domingo, 8 de abril de 2012

Enchanted - Capítulo 8





- Vamos para o shopping? - Justin perguntou.
- Tá bom, mas... - Olhei ao redor. - Cadê a Taylor?
- Ela foi pra casa se arrumar pra ir no shopping com a gente.
- Ah, e você... vai assim mesmo? - Perguntei
- Algum problema? (risos)
- Nenhum... (risos) - Realmente não tinha problema algum, ele estava lindo. Subi a escadas e fui até o meu quarto. Entrei no closet, me arrumei e saí. Peguei minha bolsa e desci as escadas, e encontrei o Justin já abrindo a porta. - Ela vai encontrar a gente lá?
- Aham. - Ele disse fechando a porta de casa.


Entramos no carro e eu liguei o rádio, colocando uma música baixinha. Ficamos calados até chegarmos lá. Saímos do carro e Justin pegou o celular e digitou uma série de números aleatórios e em seguida aproximou o celular da orelha. Falou algumas coisas que eu não entendi e desligou.


- Quem era? - Falei enquanto olhava uma vitrine.
- A Taylor, ela me deu o número dela na sua casa e ela falou que estava na praça de alimentação.
- Ah...
- Vamos? - Ele disse.
- Claro


Quando chegamos na praça de alimentação, encontramos ela rápido e ela estava sentada em uma mesa com um garoto, quando nos aproximamos eu reconheci ele.


- (seu nome)? - O garoto deu um sorriso enorme, se levantou e foi te abraçar.
- Harry?! - Dei um sorriso de ponta a ponta e nos abraçamos bem forte - Que saudade! 
- Nunca mais nos falamos, tava sentindo sua falta.... - Ele falou e eu sorri.
- Eu também tava sentindo a sua - Falei e nos abraçamos de novo.
- Oi? Eu existo? - Taylor perguntou me fazendo ir até ela e abraça-la.


Olhei para o Justin e ele tava sério, com as duas mãos no bolso. 


- Harry, esse é o Justin... - Falei. - Ele é primo da Taylor.
- Ah, prazer - Harry falou, Justin estendeu o braço e eles deram um aperto de mão.


O Justin me puxou para o lado dele, colocando a mão na minha cintura.


- É... vocês vão ficar aí? Eu tava afim de ir pra área aberta. - Falei.
- Ah, então vamos pra lá - Taylor falou se levantando e Harry assentiu.


Quando chegamos lá, sentamos num banco e conversamos por alguns minutos.


- Gente, eu to com fome. Eu vou ali no Mc Donalds pegar alguma coisa. - Taylor falou se levantando.
- Pega uma porção pequena de batata-frita pra mim? - Falei.
- Eu pego pra você. - Harry disse, levantando-se.
- Obrigada então (risos) - Falei. 


Justin puxou minha cintura fazendo eu ficar do lado dele.


- Chata - Ele falou.
- Porque? - Fiz biquinho.
- Porque você fica toda aí, com esse Harry.
- Vish... ta com ciúmes hein?
- Que nada.
- Qual foi Justin, (risos) você é todo pegador, aí agora ficou com ciúmes de mim??? Logo... de mim???
- Eu não to com ciúmes, porque até eu te pegaria fácil - Ele sorriu maliciosamente.
- Cala a bocaa Justin, você não sabe o que fala...
- Eu roubaria um beijo seu fácil fácil.
- Fique nessa...
- Ah é?
- É - Sorri irônica.
- Nunca duvide do que eu sou capaz - Ele disse, me fazendo rir.
- Idiota - Disse e me afastei dele, ainda sentada.
- Você vai ver quem é o idiota - Ele falou pegando na minha nuca, me fazendo aproximar dele de novo e seu corpo ficou colado com o meu. Nossos narizes se tocaram e respirávamos no mesmo ritmo. Senti os lábios dele nos meus e aí paramos. Indignado com apenas um selinho ele me puxou de novo delicadamente e me beijou. Ele pediu passagem pra língua e eu cedi. Era um beijo doce, calmo e apaixonante. Sabe aquele beijo que é viciante, que você não quer parar? Foi esse. Mas aí a droga da falta de ar chegou e paramos o beijo com dois selinhos. 
- Opaa, chegou a batata - Taylor falou com com um refrigerante numa mão e as minhas fritas na outra.
- Ui, já tava na horaa! (risos) - Falei.
- Pois é, já tava mesmo - Harry falou meio sério sentando no banco.
- Tá loco - Taylor falou e rimos baixinho. 


Tay deu as batatas pro Justin que fez questão de me dar na boca. Até que em um momento eu tava com a metade da batata na boca, ele se aproximou rapidamente mordendo a outra metade e ao mesmo tempo me deu um selinho. Ele se afastou e nós rimos.


- Para com isso Jus - Falei e sorri.
- Eu posso fazer isso milhões de vezes se você quiser - Ele disse me dando um beijo na lateral do queixo e dando beijinhos até chegar a minha boca.
- Justin, para - Eu sorri.


Tá, eu admito que era impossível resistir aquela carinha linda, mas...


- (seu apelido)... - Justin falou.
- O que?
- Você é linda - Ele sussurrou no meu ouvido. Deitei a cabeça no ombro dele e ficamos naquela posição.
- Epaaa, eu e o Harry já estamos segurando tocha olímpica já - Rimos - Vem cá (seu apelido).


Ela me puxou pra um canto.


- Eu e o Harry vimos viu?
- Viram o que?
- Não se finja de sonsa (risos) você e o Justin, né amiga.... - Taylor sorriu.
- (risos) Vocês viram poxa.. - Falei.
- O Harry ficou chateadinho.
- Mas eu e o Harry só ficamos algumas vezes, tipo, nada sério... e eu nem fiquei com o Justin direito.
- É, mas você viu como ele tá - Ela falou.
- Vi sim... 
- Amiga, já são 21h, eu tenho que ir!
- Eu também (risos) - Falei.


Nos despedimos e fui até os garotos. Eu dei um beijo demorado na bochecha do Harry e sorri, e percebi que ele sorriu também enquanto nossos rostos ainda estavam perto um do outro. Puxei a mão do Justin e ele fomos em direção ao carro dele. Olhei para trás e dei uma última olhada.


 [...]


Chegamos em casa e minha mãe falava com alguém no telefone, se apoiando na bancada da cozinha.


- Boa noite filha, boa noite Justin! Fico surpresa em telo aqui novamente! (risos) Passaram o dia inteiro aonde?
- Boa noite - Ri - No shopping com o Harry e a Taylor...
- Hmm, nunca mais tinha ouvido você falar nesse Harry (risos)
- Eu já vou indo tia... - Justin falou.
- Não querido, pode ficar aqui! (risos)
- Se não for incomodo..
- Claro que não - Falei. - Vamos pra varanda.


Deitamos num daqueles sofás redondos e fiquei observando a lua.


- Já te disse que amo a lua? - Falei.
- Na verdade não, mas eu também gosto de ficar observando-a.
- Quando eu era pequena, meu pai me falava que mesmo com a distância, duas pessoas vão ver a mesma lua. Então eu passo um bom tempo aqui quando tem as luas cheias, que são as minhas preferidas.
- Agora toda vez que eu olhar pra uma lua cheia vou me lembrar de você - Ele falou me fazendo sorrir que nem uma boba, e depois ele me beijou na testa.
- Eu to com frio - Falei e ele me abraçou mais forte.
- Agora tá melhor?
- Claro - Sorri - Eu me sinto confortável com você.
- Eu também sinto o mesmo - Ele falou e eu dei um sorriso de ponta a ponta. - É normal as pessoas se apaixonarem pelo seu sorriso?




oi manteigas do meu pão hahah como vocês estão? eu to muito feliz gente, muito feliz mesmo hahaha








eu amei esse cachorro hahahaha FELIZ PÁSCOA PRA TODAS VOCES! HAHAHAHA ganharam muitos ovos? eu comi o ovo do justin...................... hehehe não pensem no mal sentido, hmmm safadas! hahaha olhem minha animação pra páscoa 



awn, você é muito fofaaaaa! @BelieberAnormal espero mesmo que você esteja gostando, de verdade, você é um anjo hahahaha e eu vou tentar ser mais criativa hehehe 


eu gostei muito de fazer esse capítulo hehehe tá grandão né? eu achei, run hahahaha espero que vocês estejam gostando de verdade, e gente divulguem por favor, eu e a Clara (@choosederek) fazemos com tanto carinho e temos muito pouco comentário :( 


 eu to morrendo de sono mas eu vou responder um comentário aqui:


"afff eu odeio esse justin"








hehehehe 5 comentários e eu posto próximo capítulo hahaha falem comigo pelo twitter @biebsvodka, beijos e queijoss

6 comentários:

  1. Perfeitoooooooooo continua baby

    ResponderExcluir
  2. Mttttttt divo amor amei hahahahaha

    ResponderExcluir
  3. Serio vc poderia escrever um livro amei @s2ilovejustin

    ResponderExcluir
  4. @biabiebers2s2 aquii continua super lindooo

    ResponderExcluir